Main main main main default header logo aldeias

Com quanto você pode ajudar?

Preencha seus dados abaixo:

Escolha a forma de pagamento:

Por fim, seu endereço:

  • SOS Famílias de Manaus remove_circle_outline

    O impacto da COVID-19 em Manaus continua devastando milhares de vidas, afetando-as nos âmbitos saúde, econômico e social. São famílias manauaras, quilombolas, ribeirinhas, indígenas e refugiadas, entre outras, que vivem em extrema vulnerabilidade na capital do Amazonas.

     

    Mais de 30% das famílias de Manaus vivem com menos de R$500,00/mês, sendo que grande parte delas possui até seis pessoas em sua composição familiar.

     

    Pelo fato de ser uma cidade turística, a pandemia e distanciamento social restringiram muito a principal fonte de renda de muitos trabalhadores. Resta ir às ruas em busca de fonte de renda e vender artigos em algum farol, o que acaba expondo ainda mais as famílias ao vírus.

     

    Com os hospitais cada vez mais cheios, pacientes sendo tratados em casa e a redução da renda, milhares de famílias precisam de ajuda para que o básico do combate à COVID-19 seja feito até que a pandemia seja controlada.

     

    Ainda é incerto quando isso acabará, por isso, as famílias de Manaus precisam urgente de sua ajuda!

  • Objetivo da campanha remove_circle_outline

    Apoiar 1.000 famílias de Manaus e seus filhos, com foco na atenuação da crise sanitária, na promoção da segurança alimentar e na assistência psicossocial às famílias, assegurando os cuidados parentais às crianças.

     

    Com a sua doação, a nossa ONG irá distribuir cestas básicas, cartões alimentação, produtos de higiene e kits de proteção COVID-19 compostos por termômetros, máscaras e álcool em gel, apoiando cada uma dessas famílias durante 4 meses.

  • A Aldeias Infantis SOS Brasil remove_circle_outline

    No Brasil há mais de 50 anos, 150 mil crianças, adolescentes e jovens já participaram de nossos programas. Atuamos em três pilares principais:

     

    • Trabalhar junto com famílias em risco de se separar para que fiquem mais fortes, fiquem juntos e possam cuidar dos filhos.

    • Fornecer cuidados alternativos para crianças e jovens que perderam o cuidado de suas famílias.

    • Promover os direitos da criança junto aos governos para que fortaleçam e melhorem os sistemas de proteção infantil.

     

    Durante o ano de 2020, a organização também foi muito afetada. A arrecadação de recursos realizada nas ruas foi paralisada e 85% das nossas doações ficaram comprometidas. Por isso, precisamos da sua ajuda para dar continuidade aos nossos projetos, contribuindo para a recuperação social e econômica de milhares de pessoas em situação de vulnerabilidade.

     

    Já desenvolvemos mais de 70 projetos em 31 localidades com ações focadas na luta pelos direitos das crianças a viverem em família.